@trans("lk.skipToMain")
CeNTI-Especialistas analisam impacto das KETs na transformação da Indústria

Especialistas analisam impacto das KETs na transformação da Indústria

Diversos investigadores, especialistas, empresários e empreendedores europeus e portugueses reuniram-se, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no Porto, num encontro que pretendeu analisar, debater e afirmar a importância das Tecnologias de Largo Espectro (em inglês, KETs, Key Enabling Technologies) na transformação e modernização da Indústria portuguesa. A iniciativa, organizada pelo CeNTI e pelo Cluster Têxtil, contou com a presença de João Torres, Secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, na sessão de abertura.

Além da importância e implementação das KETs, nos vários setores industriais, foram também abordados, ao longo do dia, diversos temas relacionados com estas tecnologias, como a inovação e a criatividade nas empresas, a sustentabilidade, a eficiência, a investigação e o desenvolvimento de novos produtos, soluções e serviços, baseados na alta tecnologia. 

Vários projetos foram também apresentados na iniciativa, tendo em exposição diversos vídeos e demonstradores. De referir os dois projetos nacionais: bKET, promovido pelo CeNTI e direcionado para a transferência de conhecimento científico e tecnológico sobre as KETs, e o FuEL, um programa de empreendedorismo, desenvolvido pelo CeNTI, INL e Instituto Pedro Nunes, que apoiou a criação de seis startups, tendo por base a criatividade, a inovação e a aplicação destas Tecnologias de Largo Espectro. 

Foram ainda dados a conhecer dois projetos europeus, nos quais o Cluster Têxtil participa, focados no apoio às pequenas e médias empresas do setor têxtil e de vestuário. O SmartX (European Smart Textiles Accelerator) pretende colmatar a atual lacuna existente entre o desenvolvimento de têxteis inteligentes e wearables e a sua industrialização e ausência no mercado. O Tex4IM, composto por diversos clusters têxteis europeus, visa melhorar as capacidades de inovação, modelos de negócios, níveis de conhecimento e outros fatores competitivos de países onde a indústria têxtil e de vestuário representa uma parte significativa da sua economia.

Além da presença de António Braz Costa, CEO do CeNTI e Diretor-geral do CITEVE, participaram no evento inúmeros responsáveis por entidades europeias e nacionais, como Marco Manfroni, da Comissão Europeia, António Bob Santos, da ANI, Lutz Walter, da Textile European Technology Platform,  empresas de diferentes setores, startups tecnológicas, entre outros. 

Um dia marcado pela partilha de conhecimento, ideias, opiniões e experiências com foco na promoção das KETs e a sua aplicabilidade na Indústria portuguesa. 

Para utilizar os nossos serviços tem que aceitar a nossa política de privacidade.
Política de Privacidade |