CeNTI

Novos Compósitos Sustentáveis

Materiais verdes – Foco na construção de um futuro sustentável

Os materiais utilizados pelos diversos setores industriais desempenham um papel fundamental na definição da pegada ecológica destes players. Na última década, tem surgido uma crescente procura e interesse por biopolímeros, fibras naturais, resinas de origem biológica e/ou recicláveis, para desenvolvimento de materiais compósitos sustentáveis, leves, multifuncionais e económicos, capazes de substituir nateriais tradicionais e auxiliar no alcance das metas da sustentabilidade.

A utilização de materiais compósitos verdes e a implementação de práticas sustentáveis contribuem para a descarbonização (a redução de peso do produto final leva a uma maior eficiência de combustível e à diminuição de emissões), a produção de produtos com melhor desempenho e o aumento da vida útil dos produtos, minimizando assim o seu impacto ambiental. Adicionalmente, o recurso a materiais de base termoplástica, aliado ao uso de materiais mais sustentáveis e processos mais ecológicos, oferece a possibilidade de reciclabilidade e reutilização no fim de vida útil do produto. 

Aliados a estas vantagens, a força e a flexibilidade de design oferecidas por estes materiais, tornam-nos uma parte integral do futuro sustentável em diversos sectores, como aeroespacial, automóvel, construção, embalagens, energia, entre outros.

Neste âmbito, o CeNTI tem trabalhado no desenvolvimento de materiais compósitos mais sustentáveis com recurso a tecnologias de termoformação, infusão assistida a vácuo, Resin Transfer Moulding (RTM), injeção (In-Mould Decoration (IMD), In-Mould Labelling (IML) e In-Mould Eletronics (IME)) e overmoulding; e pela incorporação de prepregs, sensorização, fibras, estruturas têxteis e/ou revestimentos com uma grande variedade de características.

O Centro está também focado na criação de novas estruturas inteligentes com aplicação na área de compósitos, onde através da exploração da aditivação de materiais estruturais, como resinas, hidrogéis e polímeros, é possível a criação de novas soluções de sensorização (ex.: biomonitorização, saúde estrutural) e atuação (ex.: termorregulação, som, vibração, iluminação), com aplicação multisectorial.

Uma das apostas fortes do CeNTI inclui, ainda, a vertente de novas soluções de atuação totalmente flexível, nomeadamente soft robotics, um campo em constante crescimento devido ao advento da prototipagem rápida e do fornecimento de novos materiais flexíveis. A aplicação de novos materiais (ex.: piezoelétricos, memória de forma, entre outros) conjugada com processos de fabricação avançados e designs inovadores, oferecem assim oportunidades únicas para o desenvolvimento de soluções de soft robotics disruptivas com “inteligência incorporada” e capacidade de adaptação a ambientes dinâmicos, realizando tarefas com elevada precisão e eficiência.

Novos Compósitos Sustentáveis